PERGUNTAS FREQUENTES (FAQ)

  • Posso colocar LED em área externa?

    Se não for especificado o contrário na embalagem, pode-se utilizar lâmpadas LED em área externa, desde que protegidas de intempéries e respeitando sua temperatura de operação. A Stella conta também com a linha de produtos Stella Jardim, específica para aplicações em áreas externas.

  • Se a lâmpada falhar após terminar a garantia, descarta-se a peça?

    Como no Brasil ainda não existem locais específicos para reciclagem de lâmpadas LED, recomendamos entrar em contato com a prefeitura de sua cidade ou postos que aceitem lâmpadas comuns.

  • Qual é a garantia das peças? Como faço caso produto apresente problema?

    O período de garantia varia de acordo com o produto. Em caso de defeito no produto, entre em contato com o estabelecimento onde foi realizada a compra. Caso não seja possível, envie um e-mail para o SAC da Stella sac@stella.com.br.

  • Quais são as novas normas brasileiras com relação ao LED?

    As novas normas baseiam-se em normas internacionais e apresentam regras e requisitos mínimos que as lâmpadas LED precisam seguir e atingir para serem comercializados no país. Especificam também todos os tipos de testes a serem realizados para a certificação, bem como todos os processos a serem seguidos pelos fornecedores para a fabricação ou importação de produtos LED. http://www.inmetro.gov.br/legislacao/rtac/pdf/RTAC002235.pdf

  • Como instalar uma lâmpada tubular LED?

    Para instalações pré-existentes de tubulares fluorescentes, basta uma pequena modificação na fiação, sem qualquer custo adicional. O driver interno dispensa qualquer tipo de reator. Basicamente, ligue uma ponta (lado) da lâmpada ao fio Fase e a outra ponta (lado) ao fio Neutro.

  • O que significa a temperatura de cor de uma lâmpada?

    Refere-se à tonalidade de cor da luz emitida pela lâmpada, mais especificamente, do tom de luz branca emitido pela lâmpada. É medida em Kelvin (K). Quanto menor a temperatura de cor, mais quente, ou seja, mais amarelada é a tonalidade da luz, como as lâmpadas incandescentes. Temperaturas mais frias ou mais altas geram luz branca azulada, como a de lâmpadas fluorescentes. A luz branca quente é considerada mais aconchegante, enquanto a luz branca fria é utilizada em iluminação geral.

  • As lâmpadas LED podem ser dimerizadas?

    Podem, desde que esteja especificado na embalagem do produto.

  • Lâmpadas LED possuem mesmo foco e efeito de lâmpadas convencionais?

    O LED vai além. É possível ter produtos com mesmo efeito e foco de produtos convencionais. Porém, o LED se destaca por apresentar produtos com efeitos únicos, foco diferenciado e ângulos precisos.

  • O que é IRC?

    O Índice de Reprodução de Cores (IRC) é uma escala que vai de 0 a 100 e define o quanto uma fonte de luz afeta a percepção que temos das cores. Quanto maior o IRC, melhor é a fidelidade na reprodução das cores. A luz do sol, que apresenta total fidelidade e precisão, tem IRC de 100, enquanto as lâmpadas LED possuem, em geral, IRC de 80.

  • Quais são os benefícios da tecnologia LED ao meio ambiente?

    Consumo: Por consumirem muito menos energia, seu uso em larga escala terá um impacto gigantesco na economia de energia para os próximos anos. Estudos do governo americano apontam que em 2027, apenas com a substituição massiva de lâmpadas convencionais por lâmpadas LED, a economia de energia será de aproximadamente 348 Terawatts-hora, equivalente a produção de 44 grandes usinas de 1000 megawatts. Durabilidade: Por terem maior durabilidade em comparação com outras tecnologias, menos lâmpadas precisam ser produzidas, empacotadas, transportadas ou descartadas devido ao fim da vida útil, reduzindo de forma significativa o impacto ambiental. Reciclagem: Aproximadamente 98% dos componentes de uma lâmpada LED podem ser reciclados, e não há metais pesados em sua produção como acontece com lâmpadas fluorescentes.

  • O LED ilumina tanto quanto as lâmpadas comuns?

    Sim. Lâmpadas LED são extremamente eficientes, iluminando tanto quanto seus similares comuns, e consumindo muito menos energia. Para a mesma quantidade de lumens de uma lâmpada incandescente de 60W, o LED consome apenas 10W. Por se tratar de uma tecnologia em constante evolução, a cada ano os produtos se tornam mais eficientes. Ou seja, mais lumens, menos Watts. Mais luz, menos consumo.

  • Qual é a vida útil real de uma lâmpada LED?

    Todos os tipos de lâmpada sofrem depreciação ao longo de sua vida útil, e isto também acontece com o LED. Porém, tendo em vista que o LED dura muito mais que outros tipos de lâmpada, esta depreciação pode levar muitos anos para ser percebida. As lâmpadas de LED podem continuar operando mesmo quando chegam a níveis baixíssimos de luminosidade, portanto, para limitar o nível aceitável de luminosidade para produtos LED o mercado adotou o padrão L70. Isto significa que uma lâmpada, ao final de sua vida útil, deve estar operando com 70% de seu fluxo luminoso declarado, muitas vezes não sendo necessário realizar a substituição por uma nova lâmpada.

  • Quais são as vantagens de se utilizar iluminação LED?

    O LED reduz custos com energia e manutenção, além de proporcionar o resfriamento do ambiente (não emite calor no facho de luz). As lâmpadas LED não emitem raios Ultravioleta ou Infravermelho e apresentam alta durabilidade em comparação aos produtos comuns de iluminação. Diversas aplicações em decoração, não disponíveis com lâmpadas comuns, são possíveis com o LED, através de produtos com controle óptico preciso e de novidades como as cores RGB.

Não encontrou
o que procurava?

Envie sua dúvida para nosso e-mail:

sac@stella.com.br

ou entre em contato com o Serviço de Atendimento ao Consumidor (SAC):

+55 51 3529.7044